Olgacolor_Anodizacao

Norma ABNT NBR 12609

Cuidados que deverão ter com as instalações de esquadrias de alumínio anodizadas em término de obras, assim como recomendações que devem ser feitas ao consumidor final após sua entrega.

 

“ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO ANODIZADAS”

 

A Norma ABNT NBR 12609 (Anodização para fins Arquitetônicos) destinada àfabricação de esquadrias de alumínio, salienta o seguinte:

No item 4.3 camada anódica
4.3.1 A espessura mínima da camada anódica para fins arquitetônicos deve ser de 11 ?m, levando-se em conta que a maioria das cidades
dos estados brasileiros apresenta uma agressividade de meio ambiente considerada média. As condições do meio ambiente,
onde as esquadrias anodizadas são aplicadas, devem ser avaliadas, a fim de se determinar adequadamente as classes de camada
anódica a ser adotada, conforme tabela 1.

Tabela 1 – Classe de espessuras de camadas anódicas para aplicações exterior/interior.

Tabela_Norma

Obs. Os números 13, 18 e 23 que sucedem a letra “A”, identificam o valor médio da camada, em micrômetros.

Item 4.3.2 A freqü.ncia de limpeza do produto anodizado deve ser realizada de acordo com a Tabela 1

Obs. Em ambientes urbanos com elevado nível de poluição ambiental, a freqüência de limpeza deverá ser feita com intervalos de 12 meses.

No item 4.9 Proteção e manutenção:

4.9.1 Devido à propriedade anfótera do óxido de alumínio formado durante a anodização, deve-se evitar o seu contato com produtos alcalinos,
tais como: argamassa, cimento, massa de reboco e resíduos aquosos destes materiais, bem como com produtos ácidos, como por exemplo,
ácido clorídrico (muriático). A fim de evitar tais contatos, as peças anodizadas devem ser protegidas temporariamente com produtos adequados,
que possam ser removidos após o termino da obra, para evitar danificação da camada anódica.

4.9.2 Para a conservação e limpeza das peças anodizadas recomenda-se a utilização de um detergente neutro, aplicado com esponja macia,
desaconselhando a utilização de ferramentas e outros meios mecânicos (facas, palhas de aço e outros), que venham a danificar permanentemente a camada anódica.
Fatores que os fabricantes de Esquadrias devem observar no final de uma obra antes da entrega das esquadrias anodizadas.

Para firmas

Ácidos fortes como ácido clorídrico e fluorídrico agridem as esquadrias anodizadas.
Reboco e argamassa danificam e mancham as esquadrias, evitar qualquer procedimento que cause este transtorno.

a) Firmas que se dizem especializadas em limpezas de fachadas.

Estas firmas normalmente utilizam para limpeza de pastilhas ou de concreto aparente, ácido fortes tais como: ácido clorídrico e fluorídrico,
que agridem as esquadrias anodizadas, por desconhecerem os danos que estes produtos podem causar. Por isso os fabricantes de esquadrias
deverão informá-los, que antes de iniciar a limpeza das fachadas, devem-se protegê-las adequadamente.

b) Instalação das esquadrias antes do término do reboco das paredes.

Se a construtora solicitar a colocação das esquadrias antes do término do reboco das paredes, teremos que proteger as mesmas para que não
ocorra o risco de cair argamassa (alcalina) sobre elas, pois o reboco irá agredi-las e manchá-las sem condição de recuperação.
Neste caso, teremos que trocar a parte afetada.

c) Limpeza de pisos cerâmicos no término da obra.

Como normalmente é utilizado ácido clorídrico (muriático) para limpeza de pisos, devese tomar todo o cuidado com as esquadrias próximas
a estas limpezas, evitando respingos destes produtos junto ás peças de alumínio anodizadas. Se o mesmo ocorrer deve-se limpar rapidamente
com água corrente, a fim de evitar manchas futuras.

Manual de conservação e limpeza das esquadrias pintadas ou anodizadas.

A indústria de esquadria deverá passar ao consumidor final o manual de conservação e periodicidade de limpeza, assim como, indicar os produtos adequados.A utilização de produtos inadequados poderá causar corrosão precoce. A norma NBR 14125 (pintura ) e NBR 12609(anodização) salienta
sobre esse assunto que o consumidor final que não atendê-la perderá sua garantia.
Nota: Em 2008 foram utilizados 78000 toneladas de alumínio extrudado destinado á construção civil, com um consumo per capita do alumínio
de 5,4 (kg/hab.)